Inimigos à mesa

Jesus nos quer conectados com quem temos diferença

Jesus nos lembrou que nosso relacionamento com Deus e nosso relacionamento com as pessoas estão conectados. Portanto, quando nos aproximamos da mesa do Senhor, devemos nos certificar de refletir sobre nosso relacionamento com Deus e com as pessoas de nossa família da igreja – e além.

E a nossa dificuldade de perdoar e receber perdão?

Mas e se estivermos em conflito com um irmão ou irmã, apesar de nossos esforços para perdoar e/ou buscar perdão? O apóstolo Paulo diz em Romanos 12:18 : “Se for possível, no que depender de vocês, vivam em paz com todos”. Mas se um conflito com alguém não for resolvido e eles não estiverem interessados ​​em perdão ou reconciliação, o que você pode fazer? Você ainda pode participar da Ceia do Senhor com esse relacionamento rompido em sua vida? Em geral, acho que sim — se você realmente fez tudo o que pôde para tentar se reconciliar com a pessoa e manteve a porta aberta para uma reconciliação mais profunda (já que o perdão pode ser um longo processo).

Afinal, lembremo-nos de quem estava presente na última refeição de Jesus. Jesus sabia que todos ali logo o abandonariam em sua hora de maior necessidade. E um desses discípulos o trairia por dinheiro. E, no entanto, Jesus permaneceu com eles, amou-os e serviu-lhes esta refeição sagrada. O fato de que Deus em Cristo amou cada um de nós enquanto ainda éramos seus inimigos e pecadores ( Romanos 5:6-11 ) é uma notícia muito boa para todos nós.

Oração para hoje

Senhor, pecamos contra ti, mas tu nos perdoas e nos alimentas. Ajude-nos a refletir sua graça para os outros. Amém.

Não vá embora!

Confira estes devocionais especialmente selecionados